Desenvolvimento sustentável em Israel:não é uma opção,mas uma necessidade


Israel é uma sociedade vibrante e multicultural que se tornou um caldeirão de culturas, línguas, religiões e costumes. É a terra sagrada das três principais religiões monoteístas e um lugar único com milhares de anos de história. No entanto, este pequeno país com uma história milenar, situado entre os continentes da Europa, África e Ásia, tornou- -se também um polo de inovação e empreendedorismo mundialmente conhecido, que lidera o desenvolvimento sustentável.

Sem recursos naturais e enfrentando enormes desafios, Israel se voltou para o principal recurso que possui: seu povo. O capital humano israelense é o fator mais importante que permite que o país seja apelidado de Nação Empreendedora.

Em Israel, o desenvolvimento sustentável não é um luxo, mas, sim, uma necessidade vital. É um modo de viver que melhora a qualidade de vida das gerações presentes e futuras. É por isso que o país dá grande importância aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pelas Nações Unidas como parte de sua agenda para 2030.

Muitos dos objetivos dos ODS são, há muito tempo, considerados cruciais na mentalidade israelense. Alimentado por uma infraestrutura tecnológica robusta, uma força de trabalho altamente qualificada e um espírito empreendedor dinâmico, Israel está fortemente aparamentado para enfrentar os desafios do amanhã com a inovaEm Israel, o desenvolvimento sustentável não é um luxo, mas, sim, uma necessidade vital ITAMAR GRINBERG Green Galilee Experiência|Experience ção de hoje. Avanços nas áreas de TIC, saúde e sistemas médicos, agricultura, cibersegurança, biotecnologia, tratamento e reciclagem de águas residuais, dessalinização de água e muitos outros têm sido a pedra angular do grande ecossistema de inovação israelense.

O desenvolvimento sustentável em Israel também se aplica à maneira como se relaciona


com o mundo. O país acredita firmemente na cooperação internacional para o desenvolvimento, a fim de garantir uma sociedade mais segura, próspera e justa para todas as pessoas. Em dezembro de 2017, a MASHAV - Agência de Cooperação para o Desenvolvimento Internacional de Israel, completou 60 anos. Desde o seu estabelecimento, apenas 10 anos após o estabelecimento do próprio Estado de Israel, o MASHAV fez parceria com 140 países, despachando milhares de especialistas em todo o mundo em desenvolvimento e hospedando mais de 300.000 profissionais em projetos de capacitação, treinamento e demonstração em Israel e no exterior. O MASHAV também desempenha um papel significativo nas tentativas de Israel DANA FRIEDLANDER de estender a mão Aos mundos árabe e muçulmano.



Embora Israel seja abençoado em muitos aspectos, a abundância de água não é um deles. O território do país está 60% coberto por desertos, o que torna esta necessidade essencial de vida difícil de alcançar. Para compensar essa falta de água, Israel confiou na criatividade para atender às suas necessidades hídricas. O país recicla cerca de 80% de seu esgoto para uso na agricultura e outras necessidades, ao mesmo tempo que usa tecnologias de dessalinização de água para


atender sua crescente demanda por água. Avanços como esses não são apenas essenciais para o país, mas também servem como uma ponte, uma vez que muitos dos países do Oriente Médio também sofrem de estresse hídrico.

O uso de tecnologias limpas também está no centro dos esforços de Israel para o desenvolvimento sustentável. O termo “tecnologia limpa” é abrangente para vários conceitos diferentes relacionados à sustentabilidade, desafios ambientais, bem como gestão e conservação de recursos. Uma das necessidades mais urgentes do mundo é se tornar sustentável em suas práticas agrícolas. Com uma população global crescente e a expectativa de vida em alta, a necessidade cada vez maior de alimentos é evidente. O que também é evidente é seu potencial dano ao meio ambiente. Os métodos convencionais de cultivo levam à degradação do solo, problemas de irrigação, resíduos e poluentes. Tudo isso pode ser compensado pela tecnologia.

Também conhecida como agricultura de precisão, a agricultura inteligente trata de questões como pesticidas, que representam grandes riscos à saúde e são prejudiciais ao meio ambiente, escassez de água, saúde das colheitas e muito mais. Usando tecnologias avançadas para coletar pontos de dados por meio de satélites, drones ou sensores, a agricultura de precisão permite reduzir os insumos agrícolas enquanto aumenta a produtividade e minimiza os danos ao meio ambiente.

Para que possamos alcançar um futuro mais sustentável para nossas famílias e para o mundo, o desenvolvimento sustentável deve se tornar uma parte intrínseca de nossas vidas. Deve ser um princípio orientador de como nos envolvemos com o que nos cerca. A tecnologia nos permitiu ter mais com menos, construir pontes entre diferentes pessoas, e é de suma importância que a abracemos como uma força positiva para a mudança que pode ajudar não apenas os israelenses, mas também pessoas ao redor do mundo.



Alon Lavi Cônsul Geral de Israel em São Paulo

7 visualizações0 comentário